sexta, 15 fevereiro 2013 05:38

Angola vai continuar a promover energias renováveis

ENR
Angola vai continuar a promover as energias renováveis e quer garantir segurança das instalações eléctricas, afirmou Maria GraciettePitra, chefe do Departamento de Biomassa da Direcção Nacional de Energias Renováveis do Ministério da Energia e Águas (MINEA), no decurso do 2º Encontro dos Países de Expressão Oficial Portuguesa dedicado às instalações eléctricas, e que decorreu a 17 e 18 de Janeiro em Praia, Cabo Verde.
 
No que toca ao investimento nas energias naturais, Maria GraciettePitra explicou que Angola ‘não está alheia às questões relacionadas com o desenvolvimento energético’ e está a desenvolver, promover e implementar diversos projectos de energias renováveis e uso de recursos naturais. Apesar dos recursos que o país já tem, como o petróleo, a responsável garantiu que, ‘a pensar nas gerações vindouras, vamos continuar a promover as energias renováveis em Angola’. 
 
Graciette Pitra deu alguns exemplos dos projectos a desenvolver ou já em execução, como o programa Aldeia Solar (electrificação rural em 11 localidades, com instalação de sistemas fotovoltaicos em escolas, postos médicos e policiais, residências oficiais, bombeamento de água e postos de iluminação pública); estudos do mapeamento do vento em Angola para utilização da energia eólica; aproveitamento da cana-de-açúcar para produzir etanol; e um projeto, ainda em desenvolvimento, de um biodigestor anaeróbico para aproveitamento de resíduos sólidos e produção de biogás, biofertilizante e eletricidade.
 
 
Fonte:Centro de Documentação e Informação do Ministério da Enegria e Ágaus - CDI - MINEA